VLOG: Meu 3º dia de manifestação – BH

Veja exatamente como foi a 3ª grande manifestação em Belo Horizonte

Filmei mais uma manifestação que participei, mas infelizmente essa foi bem diferente da primeira. Eu presenciei cenas fortes, corri da polícia, respirei muito gás lacrimogêneo, vi pessoas se machucarem, enfim, precisei defender a minha vida e torcer para voltar para a casa sem ferimento nenhum.
manifestação-belo-horizonte-fora-feliciano-protesto-vinagre-revolta-passeata-jovens-estudantes-barbara-urias-look-do-dia
Essa foi a terceira vez que fui às ruas de BH. O primeiro protesto foi tranquilo, na paz, com uma energia muito boa, como vocês devem ter visto no vídeo que gravei. Mas dessa vez a cena mudou. Sábado foi um dia de jogo da Copa das Confederações no Mineirão, Japão X México. Eu já esperava que os ânimos estivessem inflamados, tanto dos protestantes quanto da polícia, mas não sabia que presenciaria uma verdadeira cena de guerra civil.
A polícia cercou o perímetro do ”principado da FIFA” (acho ridículo isso existir) e massacrou a população que ousava chegar perto da fronteira, protegida pela tropa de choque, cavalaria da PM e helicópteros. Logo que cheguei à Pampulha, percebi que o clima estava tenso, as vozes estavam caladas,  cartazes abaixados, todo mundo temia o pior. Pois na passeata de segunda feira as coisas já tinham ficado violentas e tivemos relatos de pessoas gravemente feridas. Mas infelizmente essa cena se repetiu, e em uma intensidade mais impactante ainda.
As vezes eu olhava pra frente e não conseguia enxergar mais do que uma curta distância, pois era tanto gás lacrimogêneo, que se formava uma nuvem cinza sobre o mar de cabeças. Eu mesma sofri com isso, a sensação de ardência nos olhos, secura na garganta, irritação no nariz e dificuldade para respirar é horrível. Eu, no cúmulo do despreparo e inocência, nem imaginava como era isso.
Em certos momentos me senti tomada pelo desespero, pois procurava um lugar seguro para me esconder e ele simplesmente não existia. Eu me vi em um ‘corredor da morte‘, cercada pela tropa de choque, exatamente a minha frente, retaguarda e laterais. A polícia estava estrategicamente posicionada de uma maneira que nos encurralava. E por isso eu temia o pior.
Cartazes - No Preach - manifestação - belo horizonte - revolta do vinagre - protesto
Não consegui gravar tudo porque não é fácil correr, filmar, proteger sua vida e não se perder dos amigos em plena multidão com uma média de 200.000 pessoas. Era um mar de gente, que tomou a Av. Antônio Carlos desde o centro até a lagoa da Pampulha, o que são muitos quilômetros. Procurei então ficar nos lugares mais vazios possíveis para, no caso de precisar correr, como aconteceu várias vezes, não ser atropelada por outros manifestantes.
Apesar de tudo que vi, continuo batendo na tecla de que a grande maioria dos protestantes, assim como eu, quer paz. É muito tocante ouvir pessoas clamando por ‘sem violência’ e mesmo assim apanhando por isso. O vandalismo aconteceu, mas considero que em uma proporção mínima em relação ao volume de pessoas. Infelizmente é impossível esperar que todos – manifestantes e policiais – tenham uma boa índole..
Assista ao vídeo com a cobertura completa:
SAD BUT TRUE…
Vejo vocês na próxima!
O Gigante ACORDOU!

7 Respostas
  • Anonymous
    junho 25, 2013

    Greetings! Very helpful advice in this particular article!
    It’s the little changes which will make the biggest changes. Thanks a lot for sharing!

    My web page; cheap tiffany

  • Luana Jardim
    junho 27, 2013

    você é um orgulho
    um exemplo de blogueira
    parabens!

  • Ladiene Porto
    junho 27, 2013

    parabens pela atitude
    o brasil precisa de blogueiras como vc bárbara

  • milena rodrigues
    junho 27, 2013

    adorei os cartazes!!!

  • Telma
    junho 27, 2013

    seus videos estão cada vez mais legais e interessantes

  • Yanna Lapertosa
    junho 27, 2013

    adoro seus vídeos!
    vc está arrasando na edição!

  • Nath
    maio 18, 2016

    parabens

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *